Blog Vitrine Mulher
Blog 08/04/2012Categoria(s):   Comportamento e reflexões  

Qual o cheiro da sua infância?

Todos nós sabemos que tudo tem um cheiro, uma lembrança. Existem pessoas que se fazem conhecer na sua chegada pelo perfume que usa e se torna inconfundível, passando a ser sua marca registrada. Mesmo quando você está em outro local e sente este perfume, comenta..o perfume de fulaninho(a).

Cheiro é uma coisa engraçada, ativa nossa sensação de sentir, rememorar. Tem tempo com cheiro, amor com cheiro, bebê com aquele cheiro gostoso, comida que nos da água na boca, a brisa suave que invade nossa intimidade, e depois daquele banho demorado, relaxado , aquele cheiro que fica no banheiro?

Mas tem um cheiro que fica, se perpetua, fixa na nossa mente e não sai mais nunca, mesmo quando crescemos. Ë o cheiro da nossa infância.

Fui uma daquelas pessoas que teve o privilégio de morar toda minha infância numa casa num bairro tipicamente residencial na cidade de Recife. Uma casa toda arrodeada de árvores, jardins e grama. Bicicleta quando voltava da escola. Brigadeiro depois do almoço. Com direito a cachorro de guarda e de casa. Ou seja, os pastores que nos davam a guarda e não entravam em casa e o pequenos de dengo, que podiam ficar e circular a vontade e cheio de direitos. Acrescentem a isso a terra. Sim a terra! E quando chovia, NOSSA!! Vinha aquele cheiro de terra molhada e na época para mim isso não tinha tanto valor.

Até que, como dizia minha avó, tudo muda, e passo a fazer parte dos mutantes urbanos, prédios, trabalho, carro, tráfico e perco com isso o contato com a terra. A que energiza, fortalece e nos é tão necessária. E quão de repente sou presenteada com o contato com esta terra bendita, com a chuva surpresa e sinto um cheiro que me remete a algo tão bom, gostoso e tão longe, que de imediato não sei o que é. Só sinto uma saudade e tento então tatear neste sentimento de nostalgia e que me escapa pelas mãos e depois me pega inteira, na pele, nos ossos, nas vísceras e como uma explosão grita dentro de mim. É O CHEIRO DA SUA INFÂNCIA LUCIANA! Terra molhada e me vejo abrindo pela manhã a janela do meu quarto e então recordo que esse cheiro entrava todos os dias cedinho e mesmo que não chovesse, a chegada do dia vindo da noite resfriada inundava meu quarto e assim eu acordava. Saudável, inteira e com tempo para respirar.

E assim remeto a parte da minha infância com perfume de terra molhada e hoje querendo resgatar esta sensação na caminhada na praia, com os pés descalços em contato com a areia tentando trazer de volta o imaginário do contato tenro com o que temos de mais puro...nossa infância querida e saudosa que não podemos deixar ir porque assim vai uma parte nossa, a parte mais inteira e sensível que permitimos um dia de forma livre e solta nos fazer rir de nós mesmos.

E agora pergunto, qual o cheiro da sua infância?

Beijos

Luciana Corrêa by Vitrine Mulher

Postado por Luciana Corrêa      Uma pessoa comentou essa postagem

1 comentário

Comente essa postagem!

Todos os campos são obrigatórios
Postagens Anteriores


Factos - Promoção, Marketing e Eventos Ltda - C.N.P.J. : 02.924.796/0001-02
Rua Ernesto de Paula Santos, 1368 Salas 603/604, Boa Viagem , Recife-PE CEP: 51.021-330
Vitrine Mulher - © Copyright e Produção: Luciana Corrêa Ι Todos os direitos reservados

Ser Digital